Make your own free website on Tripod.com
       
 

QUALIDADE DE VIDA, VOCÊ JÁ PENSOU SOBRE ISSO ?

Muitas pessoas afirmam querer qualidade em suas vidas,
mas nem sempre sabem como conseguir

 

Poucas pessoas conseguem definir o que é qualidade de vida, e quando o fazem estão baseadas em opiniões pessoais. Se você está surpreso com a pergunta, talvez seja o momento de pensar nisso. Em geral, aspectos como alimentação, lazer, dormir bem e atividades físicas são muito citados como imprescindíveis para ter qualidade de vida, mas eles não precisam estar desvinculados do trabalho. "Qualidade de vida é um bem-estar integrado, corpo e mente, sem perder de vista questões importantes ao Ser, como trabalho e família", acredita a Dr.ª Wilma Andrade, fisioterapueta e acupunturista.

As pessoas estão sempre submetidas à necessidade de trabalhar para sobreviver, e por isso deixam de dar atenção ao seu próprio bem-estar, ainda assim, todas têm uma "válvula de escape", que nem sempre é a mais adequada, mas é fundamental para aliviar as pressões do dia a dia. Qualidade de vida é sinônimo de equilíbrio entre o físico, a mente e o emocional. Nesta perspectiva algumas opções são oferecidas para obter harmonia entre estas dimensões, entretanto, é o indivíduo quem deve escolher qual a melhor forma de buscar o seu próprio desenvolvimento pessoal.

 

BUSCANDO SAÍDAS

Praticar exercícios é uma forma de obter saúde e de escapar do estresse, porém, ainda persistem aquelas pessoas que priorizam a estética. Para Bruno de Barros, personal trainer e dono de academia, apesar desta procura, a saúde está ganhando cada vez mais espaço. A atividade física evita o aparecimento de doenças ocupacionais, melhora a capacidade cárdio-respiratória, a flexibilidade, e permite um cotidiano com menos desgaste. A beleza estética e a qualidade no dormir surgem como conseqüências desta prática.

Freqüentar academias hoje, vai além da busca por saúde. Elas funcionam como um meio de socialização, uma oportunidade de conhecer novas pessoas e você ainda pode "trocar energia com um ambiente de saúde". Muitos profissionais já descobriram o valor da prática de exercícios para melhorar o rendimento no trabalho. Com este intuito, até mesmo as empresas já perceberam a importância de levar as academias até os seus funcionários e deste modo, prevenir doenças ocupacionais. Para aqueles que alegam falta de tempo, Barros recomenda: "priorizar é a palavra. Praticar uma atividade física, ter uma forma de lazer, dar prioridade à qualidade de vida são necessários, inclusive para você ter uma vida profissional boa".

Assim como a atividade física, a boa alimentação é apontada como fundamental na busca pela qualidade de vida segundo muitos especialistas. Neste caso, a saúde é o objetivo maior, e deve ser procurada não apenas a cura de patologias, mas a prevenção destas. A alimentação pode influenciar o indivíduo até mesmo emocionalmente, por isso a importância de uma reeducação alimentar independe da necessidade de emagrecer e da beleza estética. Dietas feitas com produtos químicos podem auxiliar a emagrecer em um curto prazo, mas não garantem a saúde.

Para alterar a alimentação o indivíduo deve estar consciente do que quer. A reeducação não é rápida porque modifica hábitos absorvidos em muitos anos, e por isso, é gradativa. A pessoa se satisfaz com os benefícios da mudança, e assim fica mais fácil prosseguir. A nutricionista Ana Cristina Mendes, da Clínica Holos - Saúde e Desenvolvimento Pessoal, incentiva "uma alimentação rica em frutas e alimentos integrais, e eliminação ou redução de alimentos de origem animal, carnes de um modo geral e do que a gente considera muito rico em substâncias químicas, como enlatados, biscoitos recheados e sucos com corantes."

Cristina Mendes acredita que é preciso também nutrir a mente, e sempre alerta para a importância de outras áreas do organismo como a emocional, por exemplo. "Eu acho que o caminho para qualquer ser humano se desenvolver passa pelo conhecimento do próprio corpo, dos sentimentos, das emoções, para a partir daí você tomar consciência de outras esferas de sua vida: como é que está sua saúde, sua alimentação", afirma.

Assim como o corpo, a mente merece atenção. A prevenção e cura de determinadas patologias provocadas pelo cotidiano como o estresse, a ansiedade e a depressão, podem ser feitas através de técnicas alternativas como a acupuntura, por exemplo. Esta prática da medicina oriental trabalha com agulhas específicas que estimulam pontos da pele em contato com órgãos do sistema nervoso. Diagnosticada também para distúrbios como esgotamento físico, dores na coluna vertebral, problemas ortopédicos e até mesmo obesidade, este tratamento busca restabelecer o equilíbrio físico e mental.

Mas falar em qualidade de vida é também chamar a atenção para o auto-conhecimento, e para o psicólogo e psicoterapeuta corporal Marcos Aurélio Ornellas, a melhor forma de chegar a ele é através do corpo. "O corpo não mente, a cabeça engana a própria pessoa que está discursando. O corpo é mais à mostra, você sabe onde mexer e o efeito que vai dar aquilo". Segundo ele, por trás de muitas dores musculares, estão problemas emocionais que a pessoa ainda não havia percebido. Terapia Corporal é uma maneira de você entrar em contato consigo mesmo, de perceber as suas limitações. "Quem busca massagem, no fundo, está procurando carinho", diz ele.

Ornellas afirma que nós, seres humanos, lutamos muito para sobreviver e por isso nem sempre usufruímos da vida plenamente. O que é então qualidade de vida para ele? "Qualidade de vida é poder se expressar. Não existe prazer ou condição melhor para o ser humano do que poder se expressar livremente". Através da meditação podemos entrar em um estado de consciência onde é mais fácil compreender a si mesmo, e em que descobrimos como funcionamos. "Meditar é serenar a mente para que possamos reconhecer com clareza nossa essência. Durante esse processo nos damos conta de nossos pensamentos e de nossas ações e, assim, podemos transformá-los", ensina.

Possuir qualidade de vida em meio à correria do dia a dia é um desafio, mas não é privilégio de poucos. Muitas pessoas se desculpam afirmando não ter condições financeiras, entretanto existem soluções simples, como caminhar na praia, em um parque, ou onde você preferir. Esta foi a saída que alguns encontraram. Quanto à falta de tempo, está na hora de você refletir o que compensa, ou então vai passar incógnito pela vida. Se atividades físicas não lhe agradam, sorrir para as pessoas talvez seja um bom começo.

 

QUALIDADE DE VIDA, VOCÊ JÁ PENSOU SOBRE ISSO ?

Muitas pessoas afirmam querer qualidade em suas vidas,
mas nem sempre sabem como conseguir

Por onde começar

 

 
<< ANTERIOR
 
PRÓXIMA >>
   
Copyright 2001, Editora EDUCERE S.A. - Todos os direitos reservados. All rights reserved.